Sou Yonsei... será mesmo? Saiba como ter certeza de sua descendência

A quarta geração de descendentes de japoneses, os Yonseis, vem lutando há anos para ter direito ao visto de longa permanência que permite o trabalho e residência por longa duração no Japão, hoje permitido apenas para descendentes até a terceira geração (sanseis).

O documento que comprova a sua descendencia é o Kosseki Tohon, que é um documento que toda familia japonesa tem, pois é o registro geral do Japão, então as pessoas que vieram do Japão tem este documento e a partir deste se traça a linha da familia definindo assim as gerações (Nissei, Sansei, Yonsei).

 Muitos acreditam ser yonseis por relatos da família e documentos do Brasil de seus familiares, mas o que muitos não sabem é que existe a possibilidade de serem sanseis mesmo que ninguém da família saiba.

Antigamente os primeiros imigrantes japoneses tinham o costume de registrar seus filhos nascidos no Brasil junto ao consulado japonês, registrando os mesmos como cidadãos japoneses mesmo que tenham nascido no Brasil, esta prática era feita na esperança de que um dia a família retornaria ao Japão.

Ao ter o registro no consulado japonês estas pessoas passaram a ter a chamada dupla nacionalidade, pois nasceram no Brasil e foram registrados também no Japão, tendo seus nomes em registro do kosseki tohon da família, documento este que comprova a nacionalidade japonesa.

 O fato é que se uma pessoa tem dupla nacionalidade ela é considerada japonesa e seus filhos Nisseis e seus netos Sanseis e não Yonseis, por tanto é importante ter a certeza se os avós, nascidos no Brasil, tem ou não a chamada dupla nacionalidade, muitas pessoas das primeiras gerações têm e não sabem ou até mesmo já faleceram e nunca souberam que tinham a nacionalidade japonesa.

Entao voce que acredita ser yonsei precisa se certificar de que seus avós não tem mesmo a dupla nacionalidade, para isso é necessário fazer uma pesquisa consular de kosseki tohon, basta ir ao consulado japonês e levar seu RG, certidão de nascimento, documento dos avós e a província de onde a família veio do Japão e lá solicitar a “Pesquisa consular para Kosseki Tohon” e no resultado da pesquisa vira escrito se seus avós tem registro ou não.

Este procedimento também serve para aqueles que não tem copias antigas de kosseki da família ou não tem certeza sobre a sua descendência.

O resultado da pesquisa vem em um papel rosado escrito a mão pelos atendentes em japonês:

Caso algum dos avós tenha o registro no kosseki tendo dupla nacionalidade parabéns, voce é sansei e pode ir para o Japão a trabalho. Caso não tenham mesmo você é yonsei mesmo.

Para duvidas e mais informações entre em contato conosco!
 

www.pipolltravel.com.br/contato